terça-feira, 20 de dezembro de 2011

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

ATIVIDADES DE NATAL

    Na aula de Matemática fizemos atividades de Natal. Com a ajuda da professora de matemática e com as intérpretes Mariana e a Maria João construímos origamis com a forma de estrelas e árvores de Natal.
    De uma forma simples, origami é a arte de dobrar o papel, pois "ori" vem do verbo "oru" que significa dobrar e "gami" vem da palavra "kami" que significa papel e quando ditas juntas a letra "k" é substituída pelo "g".
    Origami é uma arte milenar japonesa nascida há quase mil anos na Corte Imperial, onde era conhecido como um passatempo divertido e interessante. Com o passar do tempo esta arte foi transmitida ao povo que adotou-o com entusiasmo e transformou numa arte.
    No Japão, nos dias de hoje, o Origami é bastante divulgado entre crianças, jovens e idosos, seguindo as tradições de séculos passados. Mas, está muito longe de ser uma arte exclusiva dos japoneses, pois atualmente há adeptos em quase todo o mundo, e há inclusive origami tradicionais do ocidente.

Alice e Márcia – 5ºH

 Professora: Ana Redondo
Intérpretes: Maria João Gomes e Mariana Bento




PROJETO DE HISTÓRIAS


O seguinte trabalho foi o resultado da leitura e exploração do livro "Sou Asas", realizado pelos alunos da turma EBAS  de pré-escolar e 1ºciclo, no âmbito do projeto de histórias.

O livro conta a história de Joana que vai pela primeira vez para a escola de Surdos e descobre que no Mundo dos Surdos, todos têm um nome gestual - e ela também terá!  Os nossos alunos apresentam assim os seus nomes gestuais...




 

Professores: Célia Curião, João Paulo Ramos, Vanessa Pires
Formadores de LGP: Patricia Pereira, Sandra Santos
Alunos: Nuno Rainho, Ana Guterres, Irene Cardoso, Elói Indalécio, Rodrigo Flores, Miguel Lopes 

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

CONCURSO DE LEITURA

Na disciplina de Estudo Acompanhado os alunos Márcia Pedroso, Maria Alice Rabaça, João Cordeiro e Diana Rus participaram num concurso de leitura.


Se quiserem descobrir como foi o concurso e quem ganhou na leitura é só lerem alguns dos textos que os alunos fizeram.

TEXTO DE MARCIA PEDROSO


A professora Carla pôs os livros em cima da mesa.
Eu escolhi um livro ‘’Camila apaixona-se’’, porque eu gostei de capa. 
Eu levei o livro para ler em casa e a mãe ajudou-me a ler as palavras todas.
Na escola eu escrevi as palavras que não conheço numa ficha. Eu perguntei a professora Sónia com se fazem em L.G.P as palavras e o que querem dizer.
Depois eu fiz frases com palavras com a professora Carla e a interprete Maria João ajudou também. Eu treinei a leitura do livro na escola e em casa. No dia 18 todos lemos os livros.
Todos escolhemos o nome de quem leu melhor. Escrevemos num papel o nome da pessoa que leu melhor. A professora Carla abriu as folhas e leu os nomes e disse que quem ganhou foi a Diana. Nós demos os parabéns à Diana.
Depois a Diana escolheu um prémio: um verniz cor de rosa. 

TEXTO DE ALICE RABAÇA
 
A professora Carla emprestou os livros e pôs em cima da mesa.
Levamos os livros para estudar. Primeiro lemos a história e depois vimos as palavras que não conhecíamos e fomos procurar ao dicionário o significado das palavras. Fizemos frases com palavras novas e treinamos. Na escola treinei com a professora Carla muitas vezes e ela ensinou-me a fazer a expressão.
Escolhi o livro “Vamos Acampar” da Barbie. Em casa treinei sozinha.
No dia 18 de Novembro cada um leu a sua história para todos.
A professora Carla deu folhas a todos para escrevermos o nome de quem leu melhor.
A professora Carla e a Intérprete Maria João também escolheram.
A professora abriu as folhas, leu os nomes e disse quem ganhou foi a Diana.
A Diana escolheu um prémio: um verniz.


A VENCEDORA DO CONCURSO


Diana Rus - 6ºI


AGRADECIMENTOS



A Educação Bilingue agradece a todos os que contribuíram com empréstimo de livros para enriquecer provisoriamente a Biblioteca dos alunos das turmas de Surdos.
Agradece-se muito especialmente à professora Lurdes Páscoa porque, além de emprestar, ainda ofereceu alguns livros para a nossa Biblioteca.

Carla Louro

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O CIRCO



Márcia Pedroso, 5ºH
Estudo Acompanhado

O PALHAÇO


Maria Alice Rabaça, 5ºH
Estudo Acompanhado


quinta-feira, 3 de novembro de 2011

O PALHAÇO


JOÃO CORDEIRO 6ºI
Aula de Estudo Acompanhado


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

ESPECIARIAS ORIENTAIS

Na disciplina de História a Eduarda do 8ºD fez um trabalho sobre as especiarias orientais.



Maria Eduarda Possante 8ºD
Disciplina: História


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

OS 10 AMIGOS

Os alunos do 1ºCiclo da turma de Educação Bilingue estiveram a trabalhar a História "Os 10 amigos". Com a ajuda dos símbolos SPC, todos conseguiram lê-la. Depois, cada aluno desenhou as personagens e escreveu os respetivos nomes. Por fim, os alunos Irene Cardoso e Eloi Indalécio fizeram a ilustração da história. Ficou um trabalho muito giro!

Eloi Indalécio
Irene Pacheco
Rodrigo Flores
Miguel Lopes








As nossas ilustrações do livro...






segunda-feira, 17 de outubro de 2011


Equitação


Eu ando a cavalo em Castelo de Vide no Picadeiro. Costumo ir nos sábados, durante toda a tarde. Vou com a minha prima e com uma amiga dela. O meu treinador chama-se Paulo e a minha égua chama-se Russa. Ando a cavalo mais ou menos 2 horas. O que mais gosto de fazer é andar a galope e a trote levantado.

Maria Alice - turma 5ºano H

domingo, 9 de outubro de 2011

OS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS

A Alice e a Márcia estudaram os sólidos geométricos na aula de matemática. No Estudo Acompanhado fizeram um trabalho de sistematização que depois passaram no computador...
Alice Rabaça 5ºH - Estudo Acompanhado

Márcia Pedroso 5ºH - Estudo Acompanhado

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

AS MINHAS FÉRIAS DE VERÃO

Eu gostei muito das minhas férias. Eu e os meus pais e o meu irmão fomos à piscina. Eu gostei muito de nadar, brincar e jogar a bola.
Em Julho, eu os meus pais e o meu irmão fomos à barragem do Caia. Nós fizemos um piquenique. A minha mãe fez comida e o meu pai levou o saco. O meu pai foi com o meu irmão para a água. O meu irmão disse: A água está fria. Eu molhei os meus pés. A minha mãe ficou olhar para nós.
Quando fomos para a minha casa eu fui para o computador para o facebook.
No Verão eu fui muitas vezes ao facebook jogar, falar os meus amigos e com a minha família.


Diana Rus  6ºI
Elaborado na aula de Língua Portuguesa e Estudo Acompanhado 

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

AS MINHAS FÉRIAS DE VERÃO
No dia 9 de Setembro fui a corrida de touros, onde vi touros, cavalos, forcados, o Rui Fernandes e o João Moura Júnior. Fui com minha mãe e gostei muito.
Em Junho, no dia 23, o meu irmão Zé Luís casou com a Rita Bilé em Alter do Chão. Gostei muito do casamento.
Durante as férias vi televisão, joguei playstation 3, fui à piscina com amigos e joguei futebol à noite.
Eu gostei muito das minhas férias de Verão mas já estava com muitas saudades da escola.

João Rafael Cordeiro
6ºI
Trabalho efetuado em Língua Portuguesa e Estudo Acompanhado

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

História da Branca de Neve narrada em LGP



História da Branca de Neve narrada pela aluna Diana Rus e realizada na sessão de Terapia da Fala.


terça-feira, 7 de junho de 2011

O PIRATA E O CIENTISTA

Era uma vez um pirata, que trabalhava no mar a conduzir os barcos. Parecia um forcado, porque tinha vestido uma camisa branca, umas calças castanhas, um cinto vermelho e uma bota castanha. Tinha uma perna de ferro, uma espada e um chapéu azul. Também usava uma pala no olho porque o tinha estragado numa luta. Por isso, era um pirata mau.


Um dia, quando chegou, avistou a terra do seu barco. Atracou-o e desceu até chegar a uma quinta onde estava um touro. Então o touro olhou para o Pirata, pensou que ele era um forcado e começou a marrar. O Pirata ficou com medo e fugiu a cambalear porque era coxo.

Correu até uma casa grande, de paredes brancas e com janelas e portas verdes. Bateu à porta com força e rapidamente. Foi então que apareceu o Cientista e o Pirata perguntou “posso entrar?”, o Cientista disse “sim!”. O touro ficou à porta do Cientista à espera dele.


O Pirata foi para a janela e viu o touro a bater na porta com os cornos. Viu uma banana na janela e mandou-a ao touro. Esperava assim, que ele ficasse sem fome e se fosse embora.
Mas, aquela era uma banana mágica e quando o touro a comeu transformou-se numas botas. O Pirata ficou contente, mas surpreendido. Perguntou, então, ao Cientista o que tinha acontecido. E o Cientista respondeu “ a banana é mágica e transforma em botas quem a comer”. Pensou então “se eu calçar as botas, pode ser que fique a andar bem!”. Assim que o Pirata calçou as botas transformou-se num par de sapatos. Ficaria transformado até que alguém calçasse os sapatos.



Fim



História inventada por: Alice Rabaça na sessão de Terapia da Fala

terça-feira, 31 de maio de 2011


VISITA DE ESTUDO AO OCEANÁRIO DE LISBOA

No dia 11 de Março, pelas 8:10 partimos de Portalegre. Fomos a Lisboa ver o Oceanário e o Pavilhão do Conhecimento. Na nossa visita de estudo iam todos os meninos da unidade de surdos desde o pré escola ate ao 9º ano.  Foram também as intérpretes, as professoras e os formadores de língua gestual e a terapeuta da fala. Chegamos por volta das 11:30. Almoçamos e, de seguida, fomos ao Oceanário.
No Oceanário vimos tubarões, raias, polvos gigantes, caranguejos, lontras, estrelas-do-mar, cavalos-marinhos, pinguins, etc …
Gostei imenso de lá estar!
Depois do Oceanário foi ate a loja comprar lembranças do Oceanário, como porta-chaves ou canetas …
De seguida, fomos ao pavilhão do conhecimento ver várias exposições.
Uma das exposições chamava se “ sexo… e então?”, “como estar apaixonado”, “ A puberdade “, “como fazer o bebé”…
Noutra parte havia experiências, por exemplo cama de pregos, tornados, bola de choque, tapete de música…
Depois da visita ao oceanário e ao Pavilhão do Conhecimento, fomos para o autocarro e lanchámos.
Demorámos algum tempo a chegar a Portalegre, porque havia um acidente na auto-estrada e ainda parámos numa estação de serviço.
Finalmente viemos para Portalegre e chegamos as 21:30.
Eu já tinha ido ao Oceanário, mas gostei na mesma; adorei voltar a ver as lontras.
Foi um dia bem passado!


Ana Afonso    Nº1  9ºD
Professora Carla Louro

quinta-feira, 26 de maio de 2011

“Branca de Neve”



Havia uma rainha que se chamava Rainha Má e queria ser a mais bonita. Um dia ela perguntou ao espelho quem era a mais bonita e o espelho disse que era a Branca de Neve.








A Rainha Má disse ao Caçador para matar a Branca de Neve, mas ele não a matou. Então a Branca de Neve fugiu para a floresta e viu a casa dos 7 Anões. Depois os 7 anões disseram-lhe para ela ir para a casa deles. A Branca de Neve disse obrigada e aceitou.









O Espelho disse à Rainha Má que a Branca de Neve estava viva. A Rainha Má ficou zangada e teve uma ideia. No dia seguinte vestiu-se de vendedora e foi vender uma maçã á Branca de Neve mas a maçã estava envenenada e ela morreu. Os 7 Anões ficaram muito tristes e choraram.







Eles puseram-na no caixão e um príncipe que estava a passear perto da casa viu a Branca de Neve e achou-a bonita. Então pediu aos 7 Anões para a levar. Eles disseram que sim. O Príncipe amarrou o caixão aos cavalos. Havia muitas pedras no caminho e a roda bateu numa. A Branca de Neve cuspiu o bocado da maçã que tinha ficado preso na garganta e acordou.





O Príncipe perguntou-lhe se ela queria casar com ele. A Branca de Neve disse que sim e deram um beijo. No dia do casamento obrigaram a Rainha Má a dançar com os sapatos cheios de brasas. A Branca de Neve e o Príncipe tiveram duas filhas muito bonitas e viveram felizes para sempre.




Trabalho realizado por: Diana Rus na sessão de Terapia da Fala








segunda-feira, 28 de março de 2011

Segunda Guerra Mundial

Ana Afonso, Hugo Leonardo, Ruben Nanita, 9ºD
Professora: Rosária Peixe

sábado, 26 de março de 2011

PRESENTE PARA O DIA DO PAI

Os alunos do 1ºciclo fizeram um porta-documentos para oferecerem no Dia do Pai. Completaram este presente com um postal onde escreveram um poema. Ficou muito giro e os papás gostaram muito. Aqui fica a ideia para partilhar!

Irene Gomes, Elói Indalécio, Rodrigo Flores, Márcia Pedroso, Alice Rabaça
Turma de EBAS 

Professores: Vanessa Rendeiro e João Paulo Ramos
Formadoras: Sandra Santos e Sónia Serras

SÓLIDOS GEOMÉTRICOS

As alunas do 4ºano, na área de Matemática, estiveram a trabalhar os sólidos geométricos e fizeram as seguintes construções utilizando palhinhas e bolas de plasticina.

Foi muito divertido!

Márcia Pedroso e Alice Rabaça 
4ºano/Turma EBAS

Professora: Vanessa Rendeiro 
Formadora: Sónia Serras

VISITA AO OCEANÁRIO


No dia 11 de Março fomos ao Oceanário de Lisboa. Vimos muitas espécies diferentes. Os animais que gostámos mais de ver foram os pinguins e as lontras.
Ficámos a saber que os pinguins são aves mas não conseguem voar, são muito desajeitados a andar, mas nadam muito bem. Alimentam-se de peixe e camarão e vivem no Antártico.



As lontras são mamíferos marinhos que têm muito pelo. São muito engraçadas e muito espertas. Gostam de descansar enroladas nas algas do oceano Pacífico, para se esconderem dos tubarões e para não serem levadas pela corrente.
  

Cada uma de nós também escolheu um peixe.

A Alice escolheu a ``Castanheta-azul´´ porque como era muito azul, parecia que tinha luz.
A Márcia escolheu a raia porque acha que é muito bonita a nadar e é diferente dos outros peixes.                                                     


Márcia Pedroso e Alice Rabaça
 4ºano/Turma EBAS

Professora: Vanessa Pires Rendeiro

sexta-feira, 18 de março de 2011

O Carnaval de Alter do Chão

Eu fui ver o Carnaval a Alter do chão. Fui com a minha mãe e com a minha cunhada. Eu gostei muito ver o Carnaval . No Carnaval havia pessoas mascaradas de baralhos de cartas, de palhaços , de pintoras, de chocolates, de abelhas e de rainhas . 

Havia música , pessoas a dançar , serpentinas no ar,  papelinhos, muitas pessoas a ver o desfile de Carnaval .   
João Rafael Cordeiro 5ºH
Professora: Carla Louro

terça-feira, 15 de março de 2011

Os Três Porquinhos

Os Três Porquinhos


Era uma vez uma senhora porquinha que era a mãe de três porquinhos. Um porquinho estava sempre a trabalhar, por isso chamavam-lhe Trabalhador. O outro estava sempre a tocar guitarra, por isso chamavam-lhe Músico. O último estava sempre a regar as flores, então chamavam-lhe Jardineiro.



Um dia, os três porquinhos sairam de casa da sua mãe. Depois, começaram a construir as suas casas, porque tinham medo do Lobo Mau. O Porquinho Músico construiu uma casa de palha muito rápido, porque só queria tocar guitarra. O Porquinho Jardineiro construiu uma casa de madeira rápido, porque só queria regar as flores. O Porquinho Trabalhador construiu uma casa de tijolos, porque gostava de trabalhar.






O Lobo Mau estava a espreitar os três porquinhos perto das suas casas.




Depois, decidiu atacar a casa de palha e soprou. Como a casa era fraquinha ficou destruída e o porquinho fugiu para a casa do irmão Jardineiro.






Mas o Lobo foi até à casa de madeira e soprou. Como a casa era fraca também ficou destruída. Os dois porquinhos fugiram para a casa do irmão Trabalhador.





Quando o Lobo Mau chegou á casa de tijolos soprou, mas não conseguiu destruir a casa. Então, ele saltou para a chaminé e caiu na lareira que estava acesa. Queimou o rabo e fugiu para floresta.








Os três porquinhos ficaram felizes para sempre.


Fim!



Trabalho realizado por: Alice Rabaça


Terapeuta da Fala: Inês Dinis


O FUNDO DO MAR


      Na figura está um barco no fundo do mar. Há muitos peixes e são todos diferentes porque não têm a mesma cor. Também há algas para os peixes se esconderem para as comerem. Perto da alga azul há uma estrela do mar e perto do caranguejo está uma caixa que tem  dinheiro dentro.


João Cordeiro 5ºH

TRABALHO ELABORADO NA SESSÃO DE TERAPIA DA FALA
Terapeuta da Fala: Inês Dinis